Como viajar com cachorro

Alguns donos de pets ou de cachorros podem pensar que viajar com eles é uma operação totalmente complicada. Há alguns itens ou estratégias, que podem tornar uma viagem com um cachorro muito mais confortável e até segura, o que pode ser tanto para o seu tutor, como também para o seu bichinho. Aqui, vamos lhe mostrar algumas dicas para essa viagem ficar mais confortável e o que é preciso para essa viagem com o cachorro.

Publicidade

O viajante e a partir dessas dicas, poderá ficar preparado para levar o seu cachorrinho em qualquer viagem, que pode ser de carro, de ônibus ou de avião. Quem gosta de viajar, sente muita dor em deixar para trás o seu bichinho de estimação. Muitas pessoas perguntam quais são as regras para esse tipo de viagem e aqui poderemos lhe responder sobre essas dúvidas.

Antes de realizar uma viagem com o seu cachorro, é muito importante que se tenha uma conversa com o seu medico veterinário, para que ele faça o que é o mais ideal, que ele examine o bichinho e para que possa ter a certeza de que está tudo certo com a saúde dele ou ainda conversar sobre eventuais enjoos, que são bem comuns em viagens.

Publicidade

O profissional veterinário é quem será o responsável por indicar as medidas que sejam as preventivas e para que o seu cachorro não passe mal durante um trajeto. Essa é uma maravilhosa ideia, mas ela somente será boa, se na prática o seu cachorro estiver se sentindo confortável e tão bem quanto o seu dono, para que ele acabe por não curtir tanto essa viagem.

Se ele não gostar dessa viagem, ele poderá ter alguns comportamentos que sejam indesejáveis e nesse caso será melhor repensar essa viagem com o seu pet, para que essa situação não possa acabar sendo uma experiência que não seja boa para o dono ou para o bichinho. Os donos tendem a achar que o pet está melhor na nossa companhia e às vezes o que eles querem é menos agitação. 

A forma mais segura de viajar com o cachorro de carro

Para essa forma que é a mais segura de uma viagem com um cachorro é a de ser garantido que eles estejam presos, para os casos de freadas bruscas ou de colisões. Um pet deve estar seguro num carro. Para os cachorros que pesam até 10 kg a boa opção é a de que os assentos nos carros fiquem presos em um cinto de segurança, com o cachorro ficando preso pela coleira e no assento.

Outra opção são as caixas de transporte ou as bolsas de transporte, que também estão disponíveis em diferentes tamanhos, formatos, cores e materiais. Se o bichinho não tiver o costume em usar essa caixa de transporte ou bolsa, será importante introduzir o bichinho aos poucos, para que ele possa se acostumar com ela ou para que ele não se sinta desconfortável e com medo de viajar.

Durante uma viagem é importante que se faça algumas paradas, para que o cachorro possa beber água, fazer as suas necessidades e ainda gastar um pouco de energia. O viajante deve ficar atento à temperatura do carro. Se essa viagem acontecer em um dia de sol, não perca tempo para ligar o ar condicionado ou para abrir os vidros. Isso deve ser feito para a temperatura não ficar tão alta.

Há também uma cadeirinha para o cachorro em um transporte de carro, que é destinada para os cães que pesam até 10 kg. Ela fica presa ao cinto de segurança e o pet não fica solto dentro do carro. As cadeirinhas para o cachorro não ocupam espaço. São dobráveis, leves e podem ser utilizadas por cães, que sejam de porte médio ou para aqueles que são de porte pequeno.

Viagens de ônibus com cachorro

Para essa viagem com um cachorro, será necessário que apresente um atestado veterinário e que possa comprovar todas as condições que são boas e de saúde do animal ou ainda transportar esse pet, por meio de uma caixa de transporte. O viajante deve entrar em contato antes, com a empresa e bem antes da data dessa viagem, para que possa tirar todas as suas dúvidas com a empresa de ônibus.

Algumas empresas possuem normas que são específicas, como o de ter a obrigatoriedade de um cachorro ocupar um assento que pode ser ao lado do seu dono. Muitas empresas também exigem que uma pessoa compre a passagem de ônibus do cachorro, de forma que o bichinho ocupe um assento ao lado do seu dono e outras não possuem essa regra, permitindo que o pet fique no colo do seu tutor.

Em todas essas opções, o bichinho deve ficar dentro da caixa de transporte. Há um numero que é o limite dos pets serem transportados por viagem. Se esse limite for atingido, o viajante provavelmente não poderá embarcar nesse ônibus. O dono deve ter também um atestado, que possa comprovar as boas condições do cachorro e que seja emitido em no máximo 15 dias, antes dessa viagem.

Como viajar com o seu cachorro de avião

Nesse caso, o viajante deve ficar atento ás regras que são da ANAC ou a Agência Nacional de Aviação Civil e principalmente ás regras de uma companhia aérea, com a qual irá viajar, já que cada companhia adota as suas próprias regras. Há algumas regras que são as básicas e que são adotadas por todas as companhias aéreas, que iremos lhe mostrar a partir de agora.

Atualize todas as doses das vacinas do seu cachorro, apresente o seu atestado veterinário, avise a companhia aérea com antecedência que viajará com o seu cachorro e transporte sempre o seu bichinho em uma caixa de transporte, que seja resistente e com ventilação. Tenha uma plaquinha de identificação. Muitas companhias aéreas não transportam o cachorro que são de algumas raças.

Nos voos internacionais, se informe sobre as regras do pais de destino, já que alguns desses países possuem regras que são as específicas, para que não seja impedido de desembarcar com o seu pet e se são atendidas todas as especificações para essa viagem. A ideia de levar o seu cachorro em uma viagem é sempre tida como maravilhosa e que pode se tornar uma realidade.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Uma viagem até Bonito, no Mato Grosso do Sul

Quer viajar para onde? 5 destinos baratos