Turismo seguro em época de pandemia

A pandemia do novo Coronavírus já é uma realidade no Brasil. Diversos estados e cidades estão tomando medidas para se isolarem e numa tentativa que é a de conter a propagação do vírus. Assim, muitas pessoas precisam se deslocar em uma viagem, que pode ser para uma volta para casa, após uma viagem de trabalho ou para ficar perto da família nesses tempos difíceis.

Publicidade

Viajar com responsabilidade pode ser seguro e se todos os protocolos de saúde forem cumpridos. Pode ser menos perigoso do que encontrar amigos no bar de uma esquina ou ir a uma festa. Cada pessoa terá o seu tempo para voltar a pensar em viajar e todos precisarão rever as suas escolhas, para que seja feito um turismo com muita segurança.

A desconfiança de muitos países é que eles passarão a ver os turistas brasileiros de outra forma e somados á uma crise que é econômica ou causada pela pandemia. Isso deve fazer com que o turismo que é o de isolamento, ganhe mais força nos próximos meses em nosso país. Os transportes preferidos serão os carros próprios, os alugados ou até os motorhomes. 

Publicidade

O destino também poderá sofrer algumas mudanças, dando espaço para hotéis boutique, chalés ou casas que são de aluguel por temporada, mas que são particulares, com um contato mínimo com o mundo exterior e as pessoas irão, mais para os locais que podem oferecer uma infraestrutura, que seja a mais completa, para os visitantes fazerem a sua própria comida e arrumar o local.

O jeito mais seguro para viajar

Mesmo viajando em época de pandemia, com um menor número de passageiros, as medidas de precaução também devem ser tomadas, como a higienização que é das mãos dos viajantes e que deve ser obrigatória por todos, lavando com água e sabão e passando álcool em gel 70% na falta de uma lavagem das mãos e o uso de máscaras sempre.

Como tudo o que envolve o Coronavírus, a resposta para sabermos se é seguro viajar agora não é tão simples assim. Muitas linhas aéreas tendem a retomar os seus voos. Há uma grande preocupação em uma viagem de avião, que diz respeito sobre a circulação de ar dentro de uma aeronave e conversas frente a frente, são as principais propagadoras de transmissão a esse vírus.

Superfícies como poltronas, portas, maçanetas e outros são verdadeiras fontes de contágio, o que pode exigir um cuidado que é redobrado em relação à higiene e nos voos durante a pandemia. Segundo a OMS, que já divulgou uma série de recomendações, o ideal é que em tempos de pandemia, sejam evitadas as viagens internacionais, a não ser as de extremas necessidades.

Essas viagens podem estar relacionadas a ações que são humanitárias, viagens que são as profissionais e as de repatriamento. A preferência nesse momento deve ser pelos destinos mais próximos e evitar uma viagem de avião. O carro nesse momento é o meio de transporte mais seguro e com o cuidado com a higienização de suas superfícies, que podem ser tocadas.

Os cuidados na escolha de um destino 

Ao escolher o local para a sua viagem, o viajante deve procurar se informar sobre a situação que é da pandemia na região. O mais correto é escolher pelos locais que tenham a sua curva de contágio em queda ou que prefiram pelos destinos que sejam os mais afastados, que tenham atividades de lazer a céu aberto, com menores chances de aglomeração e evitando as praias.

Na hora de decidir em qual hotel ou pousada ficar, procure também se informar sobre todos os cuidados que um determinado estabelecimento está tomando, para que sejam evitadas as aglomerações, bem como, a higiene nos quartos e nas áreas que são as comunitárias. Consulte a avaliação de outros hóspedes.

Verifique se, no estabelecimento é disponibilizado álcool gel 70% em seus diferentes locais, além de se informar sobre se estão trabalhando com uma lotação que é reduzida no número de seus quartos. Lembre-se que, o conselho dos médicos e infectologistas é o de sempre usar máscara e mesmo dentro de um carro ou se a viagem for feita por meio de um avião.

Contudo, as hospedagens estão se adaptando a esse novo desafio no setor de turismo, ao serem tomadas todas as medidas que são de segurança e de higienização, para que sejam garantidas toda uma tranquilidade e comodidade dos seus hóspedes. O viajante deve escolher com muito cuidado os melhores hotéis, para se hospedar na pandemia.

Algumas dicas importantes são o de procurar por hotéis com mais flexibilidade, para um possível caso de cancelamento ou de alguma alteração. Veja o site do hotel e todas as informações sobre as medidas que são em relação à COVID-19, que podem ser uma limpeza monitorada ou se há diversas inspeções de  higiene. Use e abuse da tecnologia, para que seja evitado um contato humano.

A reabertura dos destinos turísticos no Brasil   

Na medida em que a curva que é a de contágios do Coronavírus vem caindo, mais destinos são reabertos. Está acontecendo uma reabertura que é gradual das atividades turísticas. A reabertura que é a de um turismo doméstico está acontecendo aos poucos e com a intensa preocupação que é a de manter a segurança prevendo um “novo normal” que será pós-pandemia.

Muitas cidades já desenvolveram muitos protocolos de segurança, com redução da capacidade de seus hotéis, com barreiras sanitárias e medição da temperatura corporal. Cada cidade no Brasil ou região é livre para estipular as suas restrições de viagem, que são refletidos em seu turismo local. O viajante deve verificar sempre, o site de uma cidade para saber todas as informações.

Faça um planejamento, para viajar depois e fiquem sempre atentos a todas as restrições ou as medidas de segurança em uma viagem. Mantenha o seu foco sempre numa flexibilidade, ao planejar a sua viagem para o ano de 2021 e principalmente se for para o exterior. Em tempos que é de pandemia a informação nunca deve ser deixada de lado, para uma boa viagem. 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Passagens aéreas em promoção relâmpago da Latam

Desconto em passagens aéreas