Um novo tipo de turismo que é o virtual

Devido à pandemia do novo Coronavírus, a população de muitos países e do Brasil, passaram a ficar em casa e muitas pessoas ficaram impedidas de realizar tarefas em seu cotidiano e também de viajar. Muitas pessoas adoram viajar e ficaram impossibilitadas de explorar novos territórios, novas culturas, idiomas e de ter novas experiências.

Contudo, com a pandemia isso já é possível, sem sair de casa e com muitas opções de visitas que podem ser feitas virtualmente em atrações que são turísticas, para ver museus ou contemplar belas paisagens e também aproveitando a realidade virtual, como uma alternativa de vagem, que é sem sair de casa. Muitas pessoas ainda desconhecem esse tipo de turismo.

Podemos dizer que, algumas dessas atrações sempre tiveram as suas visitas virtuais disponíveis e outras passaram a implementar essa atividade na época da quarentena e como uma forma de trazer mais cultura ou diversão, para que as pessoas possam aproveitar isso, sem sair de suas casas nesse momento de pandemia e que algumas fronteiras ainda estão fechadas.

Logo que a quarentena acabar e o mundo voltar a um novo normal, as viagens voltarão a ser permitidas novamente e os viajantes terão um novo roteiro de viagem que é dos seus sonhos. Isso ficará ainda mais fácil, após conhecer virtualmente esses lugares e que será ótimo para desbravar um lugar que é totalmente diferente do que é visto no Brasil.

Por enquanto, não somente o Brasil, como o mundo pode ser conhecido na palma de sua mão, por meio de um computador com acesso a internet. A realidade virtual e o turismo foram feitos e se encaixam muito bem entre si. A indústria das viagens e diversas empresas de tecnologia estão cada vez mais experimentando novas maneiras virtuais para dar uma experiência aos viajantes. 

As formas dessas visitas virtuais 

Uma visita virtual que quase todos nós já fizemos e nem percebemos bem antes da pandemia, são aqueles feitos pelos programas de televisão, um bom exemplo é o Globo Repórter, que é um programa da TV Globo, que é exibido todas as sextas-feiras em horário nobre na televisão aberta. Ele e outros programas são um sucesso e são uma realidade há muito tempo atrás, que nem percebemos.

Os vídeos em plataformas de streaming são com uma infinidade de diários de viagens que são postados por usuários, eles sempre trouxeram um pedacinho de locais que são bem diferentes. Muitos deles possuem somente visitas e outros fornecem dicas de pessoas que são especialistas em mostrar as belezas que são naturais ou arquitetônicas de um lugar.

Há muitas visitas virtuais em muitos museus pelo mundo e que disponibilizam atividades que são interativas e com muitas visitas para que possam ser desfrutadas na quarentena. Essas visitas podem dar mais vontade de realizar uma visita que é física, quando a pandemia acabar ou podem trazer muitas experiências para as pessoas que também não terão condições de comparecer.

É possível também realizar um passeio virtual por muitas cidades ao redor do mundo, pelo Google Earth, que é usada a plataforma 360 cities, com uma visão de 360º em uma só foto, com essa mesma plataforma também trazendo fotos que são ampliadas de alguns lugares, com variações de imagens, que podem ser de um mesmo local. Uma boa pedida para esse turismo virtual.

Outra ferramenta digital para esse turismo virtual pelo Google é o Street View, em que é possível com ele, passear pelas ruas de milhares de cidades em todo o mundo, ao se escolher a sua cidade que é a sua favorita. Entre as suas muitas opções, é possível passear pelas ruas de Paris. Nova York e até no Egito, para se conhecer on-line todas as belezas desses e de muitos outros lugares.

As vantagens do turismo virtual  

Os tours virtuais de hotéis são uma dos melhores exemplos que é de estratégia no turismo virtual e que podem dar ainda mais transparência para os clientes e permitindo que eles possam ter um conteúdo que seja uma prova, do que poderão encontrar pela frente, ao reservarem uma hospedagem, quando tudo isso passar e puderem voltar a viajar.

Todas as experiências virtuais que são de viagens, com realidade virtual ou não, pelos hotéis, os agentes de viagens e as operadoras que são do setor de turismo, conseguem oferecer para os seus potenciais clientes uma experiência virtual de viagem que é maravilhosa. Contudo, é possibilitada aos seus usuários uma experiência, que são das principais atrações, que podem atrair os viajantes.

O que pode acontecer também é que um hotel localizado em Paris poderá oferecer uma experiência que é virtual, levando o visitante virtual a estar dentro do Museu do Louvre ou estar no topo da Torre Eiffel e com um hotel perto a um parque que é temático, que pode oferecer uma experiência que é virtual de um passeio de uma de suas atrações, como a montanha-russa, por exemplo.

Tudo isso que será mostrado, terá as suas vantagens e que podem ser uma amostragem da capacidade de vender os seus quartos, os seus voos para essa região e os seus produtos de viagem, com base em todas as experiências que poderão ser vivenciadas de uma maneira que imagem e vídeos não podem fazer, atraindo mais turistas ou viajantes, para uma experiência sentida nessa viagem. 

Lista para o seu turismo virtual

Selecionamos alguns lugares para a sua viagem virtual, sem sair do seu local e com o apoio do seu computador, tablet ou smartphone, para ver todas essas belezas. São ideias para a sua viagem. Começamos pela Pinacoteca do Estado de São Paulo, que é uma instituição do Brasil, que permite visitas virtuais em algumas de suas salas com visão de 360º.

Outros Museus que podem ser visitados fora do Brasil são o MET, de Nova York, o Art Institute Of Chicago e o Museu do Holocausto, com as suas visitas virtuais. Há também o Museu da Cidade do Vaticano e o Museu do Louvre, em Paris. No Brasil temos O Museu do Índio, em São Paulo, o Instituto Inhotim, em Minas e muitos outros. Siga as nossas dicas e faça o seu turismo virtual. 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Recomendações importantes para os viajantes em época de pandemia

O Rio de Janeiro e o Réveillon de 2021