Dicas para uma boa viagem para fora do Brasil

Não deixe para última hora
Deixar para comprar qualquer coisa para última hora, pois tudo sairá mais caro. Quando estiver seguro de fazer a viagem para fora do Brasil, pesquise por passagens para o destino escolhido todos os dias.
As empresas de aviação sempre realizam promoções por passagens para
todos os lugares do mundo. Por isso, para economizar com a passagem fique atento e acesse esse tipo de site com certa frequência.
O melhor é comprar a passagem é 6 meses de antecedência, principalmente quem quer parcelar no cartão de crédito.


Documentos em dia
Mantenha-se sempre prevenido e preparado em relação a atualização dos documentos. Procure se antecipar e evite tirar ou atualizar os documentos em cima da hora. Isso ajuda muito se, por exemplo, aparecer uma promoção em uma agência de viagem ou em uma companhia aérea.


Planejamento
Um bom planejamento é fundamental para aproveitar ao máximo sua viagem fora do país. Ele deve começar pelo fundo de viagem, que é uma espécie de poupança para o depósito de um certo valor para ser investido na viagem para o exterior. Você pode fazê-lo sozinho ou com alguém que vai viajar com você.
O bom é que para começar com o fundo não precisa já ter determinado para onde ou quando vai. O dinheiro depositado não pode ser necessário para os pagamentos das contas mensais. O recomendado um valor máximo em torno de 20% da renda mensal.
Com uma economia mensal de dinheiro durante um ano, já é possível fazer uma boa viagem. Defina o quanto pode e pretende gastar em toda a viagem, estipulando o valor que vai gastar diariamente com hospedagem, passeios e alimentação. Dessa forma, você vai avaliar o que pode ou não fazer no dia a dia dentro do orçamento.
A viagem em si, também, precisa ser planejada. Algumas pessoas gostam de
viajar já com todos os passeios determinados e comprados, as hospedagens definidas e etc. Quem gosta de ter tudo bem planejado pode se sair bem, mas isso pode levar a perda de coisas boas durante a viagem. O fato é que não é possível saber o que vai encontrar no país.
Ao planejar pense sobre o que gosta e o tipo de experiência que procura. Se
você sente a necessidade de ter tudo extremamente organizado, o seu planejamento pode conter conhecer detalhes dos locais que vai visitar, procurar por opiniões de outras pessoas, definindo os passeios, as cidades e as hospedagens.
Uma pessoa que não possui uma necessidade constante de organização pode fazer um planejamento menor. Nesse caso, o planejamento pode conter um   estudo do local para o qual vai viajar, observe as opções que tem e faça um roteiro da sua viagem. Mas ele não precisa ser seguido totalmente à risca, sem a uma reserva muito antecipada em um hotel, sem a compra de passeio ou de passagem com muita distância para a data do início viagem. O importante é a pesquisa sobre o assunto e analisar as possibilidades.


Procure por flexibilidade
Quanto mais flexível você conseguir ser com os seus planos para viajar, mais você vai poder economizar antes e durante a viagem.

Se possível, comunicação só pela internet
Os valores cobrados pelas operadoras de serviços de roaming internacional, ou seja, para usar o celular fora do Brasil, é astronômico. Por isso, ao sair do país deixe os dados do seu celular desligados.
Para manter o contato com o Brasil, o ideal é usar o wi-fi dos lugares que vai frequentar ou até comprar um chip local para o seu celular. Com o chip local, você pagará taxas bem pequenas, com possibilidade de uma boa qualidade da ligação.
Utilize a internet para conseguir o máximo de informações que puder sobre o local para que melhor seja a sua viagem ao fazer as escolhas corretas. Procure se informar através de pessoas conhecidas que já foram para o mesmo destino e pesquisar informações em sites e blogs relacionados ao assunto. Muitas coisas que vai encontrar serão voltadas para turistas.
Para uma boa experiência, você pode buscar por pessoas que pertencem a
região para conversar ou até mesmo para se hospedar em uma casa de família ou aderir ao Couchsurfing ou Airbnb.
O Couchsurfing permite que você ache uma comunidade de pessoas que
disponibiliza de forma gratuita um lugar na casa para ficar. Um grande bônus é que essas pessoas podem ajudar com informações e indicando quais os melhores lugares da cidade.
O Airbnb, é a possibilidade de que possa alugar um quarto de uma residência.
Para isso, você deve pagar um determinado valor pela hospedagem, contando com a ajuda de uma pessoa que vive na região que poderá dar ótimas dicas de como se divertir na região nas suas férias.


Arrumando as malas
Ao fazer suas malas enrole as suas roupas na hora de guardá-las na mala sem dobrá-las, para não amassar e ocupar um menor espaço nela. Também, tenha um kit completo de primeiras necessidades em uma mala de mão. Ela deve ter pequenos lanches e água, protetor ou fones de ouvido e, para voo longo, roupas de baixo, remédios para usar no voo, escova e pasta de dentes. E mantenha uma muda de roupas extra para o caso da sua bagagem não chegar.


Gaste menos com alimentação
Não gaste todo o seu dinheiro que economizou com comida e bebida. Você deve experimentar a gastronomia do país que você escolheu visitar, porém não é indicado consumir comidas e bebidas de frigobares de hotéis ou outros locais que sejam caros.
O ideal é fazer uma pesquisa para escolher bares e restaurantes que possuam um preço menor. Os valores variam e, por isso, é preciso ficar atento e procurar pelos lugares mais baratos.


Moeda estrangeira
O valor do imposto na operação financeira é menor ao cambiar a moeda. Para que possa pagar menos com a moeda estrangeira, o melhor é ter dinheiro em espécie.
O interessante é encontrar as opções de câmbio antes de fechar negócio.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Viagens durante o inverno pelo Brasil

Destinos para uma viagem de formatura pelo Brasil