Viagem após a pandemia e quando será seguro

Uma viagem após a pandemia é esperada por muitas pessoas. O setor turístico foi o mais atingido e infelizmente serão impactadas as viagens para os anos de 2020 e até 2021, com o agravamento de que não foi descoberta nenhuma vacina para o Coranavírus até agora. Muitas pessoas tiveram que adiar ou mudar a data de sua viagem.

Muitas companhias aéreas ficaram sem voos programados, muitos cruzeiros tiveram de ser interrompidos, independente de qual país estavam e muitos hotéis foram obrigados a fechar, levando muita gente ao desemprego. Foram diversos outros impactos sofridos por todo esse setor e que ainda estão sendo sentidos na pele, por quem atua nele e por todos os seus viajantes.

Esse vírus deixou o mundo de ponta à cabeça, mudando também o futuro dos turistas, além da economia nos países, da saúde, a forma como vivemos, trabalhamos e consequentemente como viajamos. Não é simples responder a uma pergunta de quando será seguro viajar, após passar todo esse pesadelo. Não sabemos a extensão e nem a duração dessa pandemia ainda hoje.

Também não há nenhuma certeza sobre se haverá voos ou se um hotel reservado ou se a empresa que vendeu os pacotes ainda vai existir ou se irá falir, após tudo isso passar. Contudo, também alguns países podem estar fechados para uma conexão em um voo. Muitas agências para contornar tudo isso, estão vendendo pacotes para o fim do ano de 2020 ou para o ano de 2021.

As consequências dessa epidemia para o turismo

Ainda falando sobre todas as consequências que haverá e que está acontecendo para o turismo com todo esse isolamento social, ocorrido mundialmente devido a essa doença, podemos dizer que, muitas companhias aéreas com o decorrer do tempo poderão fechar, bem como, hotéis, agências que são de viagens, hotéis e pousadas que se encontram ao redor do mundo.

Muitos já relatam que estão reduzindo a sua lucratividade. Estamos nos referindo a grandes empresas desse setor, que já estimam grandes perdas, que estão sendo comparadas ao primeiro trimestre de 2019, quando essa pandemia nem sonhava em assolar os países. Entretanto, nos próximos meses essas perdas podem ser estimadas em maiores ainda, por não terem recursos.

Muitos economistas preveem que haverá sim uma recessão econômica em todo o mundo, pós-pandemia e essa situação ainda não pode ser prevista em detalhes. O FMI, que essa sigla é o Fundo Monetário Internacional, prevê também que, a economia mundial possa encolher em um ritmo que seja mais rápido em décadas, aumentando o medo de que seja a pior recessão desde a década de 30. 

As viagens com certeza terão um novo significado, após tanto tempo que estivemos presos dentro de nossas casas. A possibilidade de estar em diferentes lugares ou de apreciar uma estrada numa viagem de carro, enquanto o vento bate no rosto, serão apreciadas diferentemente. Muitos viajantes que viajavam sozinhos ou com outras pessoas escolherão viajar com a sua família.

As férias que eram passadas em casa serão agora aproveitadas para que sejam feitas uma viagem que seja verdadeiramente marcante. Não sabemos como estará à economia nessa reabertura e o valor do real se for comparado com o dólar, euro, libra e demais moedas estrangeiras. Todos os países adotarão medidas que serão preventivas, para que seja evitada a disseminação desse vírus.

Algumas previsões para uma viagem pós-pandemia

No momento que for seguro viajar novamente, muitas pessoas acreditam e isso haverá mesmo, que as mudanças para essa viagem, não será como antes. A abertura de fronteiras que em alguns países já está acontecendo, outros países não abrirão, enquanto não tiver um medicamento ou uma vacina e manterão o seu isolamento social, por nenhum deles permitirem ter uma segunda onda de contaminações.  

Haverá também uma maior fiscalização nos aeroportos, com medidores de temperatura corporal sem contato entre as pessoas ou um documento que tenha a comprovação de que esse viajante não tem o Coronavírus em seu corpo. Poderia ser uma espécie de certificado de vacinação que seja internacional, como acontece com o da febre amarela. Os países terão um maior controle por quem adentrar os seus espaços.

Os viajantes que são dos países que ainda se encontram com o surto dessa doença, serão impedidos de entrar e isso já está acontecendo em alguns deles. O Brasil já é uma realidade de proibição, para a entrada de seus moradores em alguns países, dada a toda incerteza e a forma como o governo está lidando com essa situação, que já é motivo de conhecimento por muitos países que são do exterior.

A higiene pública terá muito mais atenção no aeroporto e dentro dos aviões. Muitas empresas aéreas ficaram sem operar por esse tempo de pandemia. Para um país sair da lista de restrições para uma viagem, deverão seguir alguns parâmetros e que são pelo numero de novas infecções, se o vírus está expandindo ou se já foi controlado e as políticas que são de combate, como os testes, rastreios e outras medidas preventivas. 

A redução nessas viagens 

Na Europa o seu fechamento está previsto para até setembro de 2020 e ao menos para os viajantes que são de fora desse continente. Uma viagem após essa pandemia ainda vai demorar para acontecer por lá. Muitos países europeus já estão abrindo as suas fronteiras para alguns países vizinhos, que podem ser a Itália, Irlanda e Alemanha, somente par citar alguns deles. 

O próprio governo que é de cada país europeu recomenda que cada cidadão possa evitar qualquer viagem que seja não essencial fora do continente, já que muitos países estão testando uma saída da quarentena, sendo impossível essa previsão e também por muitos países abrindo e fechando para que seja evitada uma recontaminação, como aconteceu na China, que foi o epicentro do novo Coronavírus.

O ano de 2020 ficará apenas para as viagens nacionais e no ano de 2021 ou até mais tarde, a depender de todo o ciclo dessa doença, é que serão liberadas as viagens que são internacionais e com alguns países podendo demorar ainda mais, devido ao tratamento que foi dado a essa doença e como ela avançou.  Uma coisa é certa essas viagens voltarão a acontecer e totalmente diferentes de como eram antes. 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Como será o turismo após a pandemia

O turismo restrito na cidade de Urupema