Viajar de avião com crianças durante a pandemia

Saiba por aqui, como viajar com as crianças nessa época de pandemia. Tudo para os pais terem um voo que seja mais tranquilo e seguro. Sabemos que essa pandemia alterou as nossas rotinas e também a das crianças. Muitas delas ainda não voltaram para as aulas presenciais e continuam estudando remotamente, podendo estudar do conforto dos seus lares ou de onde estiverem. 

Aos poucos, a vida vai voltando para um novo normal, com muitas adaptações que são com diversas medidas de segurança e sanitárias, que também são adotadas para uma viagem que é feita de avião. Contudo, é uma nova forma de voar e todos nós devemos saber, para que sejam minimizados esses transtornos, ainda mais numa viagem que é feita e acompanhada de crianças.

Viajar de avião com as crianças antes, já era um verdadeiro desafio, sendo difícil para algumas delas, que ficassem em silêncio durante um voo, que não ficassem entediadas ou que se concentrassem em uma atividade por muito tempo. Veio à pandemia e isso ficou ainda mais difícil, para entretermos as crianças. Precisamos também ficar de olho em todos os protocolos que são de segurança.

Após muitos meses em casa, muitas pessoas estão escolhendo por realizar as viagens que sejam mais curtas ou de carro, para se ter menos interação com outras pessoas em uma viagem, diminuindo uma exposição ao risco. Quando é preciso pegar um avião, com crianças, separamos algumas dicas para que essa viagem seja tranquila e com muita segurança.

O planejamento dessa viagem

Numa viagem de avião, quanto mais planejamento é melhor. A escolha de um determinado destino é considerada como essencial.  Os pais sempre devem checar qual é a situação para o destino que estão indo. Sempre é bom saber sobre tudo em relação à área que é a de deslocamento. O importante é saber se está tudo certo por lá.

As cidades que estão na fase amarela para cima estão com tudo bem. Se uma cidade estiver na fase laranja ou vermelha, fuja dela. Sempre organize o cronograma com todos de sua família, ainda mais em tempos de Coronavírus, levando também todos os itens que são necessários para que sejam evitadas as saídas no período em que ficarão hospedados no respectivo destino.

Se os viajantes tiverem algum sintoma de gripe, não vá para essa viagem ou se tiverem contato com alguém que está com o COVID-19, também não devem viajar. Isso se dá pela criança ficar distante de seu pediatra nessa viagem e ainda mais se precisar de uma consulta que é de emergência, além de não saber qual é o hospital que seja o mais próximo.

Uma criança pode ser assintomática e levar o vírus, sem que outras pessoas saibam ou transmitir essa doença, sem apresentar nenhum sintoma e numa viagem de avião, o vírus poderá ser propagado para outras pessoas, inclusive para os seus pais. Contudo, essa viagem pode ser muito arriscada e a pandemia nos mostrou que os planos que são dos viajantes precisam ser revistos sempre.

Itens que devem ser acrescidos na bagagem  

Todos querem uma viagem de avião com as crianças que seja calma e principalmente com muita segurança. Para isso, temos algumas dicas, para tudo sair do jeito certo. Começamos pelo uso de máscaras que elas precisarão usar. A menos que elas tenham a idade que é abaixo de 2 anos. Nesse caso, elas estão dispensadas do uso de máscaras.

O uso de máscaras veio para ficar por um bom tempo e que deve ser utilizado por todos, o que inclui também as crianças. É uma medida de segurança e que protege a quem usa ou a quem teremos contato durante essa viagem de avião. Atualmente todas as companhias aéreas exigem o seu uso. É uma regra geral. Muitas empresas permitem o uso de algumas delas e proíbem outros tipos.

Entretanto, o uso das máscaras não é somente obrigatório no aeroporto, o acessório também deve ser utilizado em locais que sejam públicos e de acordo com a regra que é de cada região. O interessante é encontrar máscaras que sejam com estampas de desenhos animados ou coloridas, para que as crianças fiquem motivadas a usá-las.

O álcool em gel é outro item indispensável em uma viagem. Ele não deve faltar nessa viagem de avião. É permitido embarcar com ele nos voos. Para os voos que são internacionais, há um limite que é para os frascos de até 100 ml. Ele sempre deve ser passado nas mãos, durante esse voo, nas crianças e em seus pais também, antes e durante do lanche, por exemplo.

Leve também para os pequenos um pacote de lenços umedecidos. As crianças costumam tocar em tudo e isso é bem natural partindo delas. Elas costumam tocar no corrimão, nas paredes, mesas, até no chão e por mais que mostramos que isso é errado, na maioria das vezes elas vão fazer. Por outro lado, não dá para lavar as mãos toda hora e por isso é importante ter os lenços umedecidos.

Dicas para essa viagem de avião ser mais fácil 

Viajar com as crianças de avião, nem sempre é fácil e ainda mais em tempos de pandemia. Por isso, escolhemos algumas dicas para os pais tornarem essa viagem de avião mais fácil e prazerosa para todos. Converse sempre com os pequenos antes dessa viagem. Mostre para elas, todos os riscos que é desse vírus que é tão letal e está ceifando a vida de milhares de pessoas.

Faça um kit de segurança para as crianças contendo álcool gel, máscaras, lenços umedecidos e as ensine a usar, para se manterem protegidas. Não se esqueça dos remédios, que podem ser para uma gripe, para alergias ou os que as crianças tomam sempre. Evite aglomerações sempre. Escolha os voos que são diretos, evitando as conexões. 

Crie um jogo com elas, que pode ser uma brincadeira que é a de não toque em nada. Quem conseguir ficar mais tempo sem tocar as superfícies ganha um presente. Siga as nossas para essa viagem com as crianças no avião, que prezam por um novo normal e com muita segurança, para todos os viajantes.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Dicas para conseguir passagens baratas 2020

O que você precisa saber sobre os testes de COVID-19 em uma viagem