A primeira cidade do Brasil: Teresina

Teresina é a capital do Piauí. Foi à primeira cidade brasileira. Sua construção é em cima de um traçado que é geométrico, com um planejamento que é feito em suas vias que são largas, com um povo que é muito hospitaleiro, com o seu jeito faceiro e muito acolhedor. Não há praias por lá, mas há muitos outros atrativos. É a capital do nordeste considerada com a melhor em qualidade de vida.


O que o turista poderá encontrar em Teresina
Por causa do calor em Teresina são encontradas muitas árvores pelas ruas, o que leva a chamar essa região de cidade verde. Sua culinária também trará muitas surpresas para os seus turistas, além do seu lindo artesanato local que é feito de madeira, cerâmica e barro. Há também por lá, bons passeios e uma comida que é de excelente qualidade. Vamos viajar para Teresina agora.


O seu cartão postal
O Mirante da Ponte Estaiada é um complexo turístico que também leva o nome de Ponte João Isidoro França. É uma recente construção, já que foi construída no ano de 2010, com 95 metros de altura, 360º de visão de toda a capital, já que é visto durante a subida por esse mirante, pelos seus elevadores, que levam até esse mirante que são panorâmicos.


A sede do poder executivo do Piauí
O Palácio Karnak é em estilo neoclássico, com suas características que são gregas e romanas. A construção chama a atenção por sua arquitetura e pelo seu nome, que é uma região do Egito, de nome Tebas, que tem o bairro de nome Karnak, sendo uma homenagem aos seus construtores, que edificaram esse palácio ainda no século XIX.


Mercado Central São José em Teresina
Um lugar para se mergulhar em todos os aromas e sabores que podem ser encontrados nessa região. A construção desse local se deu no início do século XIX, com boas opções para quem quer fazer um lanche muito saboroso, para comprar muitos temperos ou comprar aquelas lembrancinhas, nesse ponto turístico que é com muito encanto para todos os seus turistas.


Uma cidade cercada por rios
Teresina fica cercada pelos rios Parnaíba e Poti. Visitar o encontro desses rios é considerado como um ponto muito interessante nessa viagem. O seu Parque Ambiental Encontro dos Rios, que fica no bairro de Poti Velho, dá uma bela visão do encontro desses dois rios, com os seus muitos mirantes. Será possível encontrar artesanato, alimentos que são regionais e restaurantes.

Na entrada do Parque Ambiental Encontro dos Rios
Em sua entrada será possível ver um grande ícone que faz parte do folclore que existe em Teresina e que toma conta de sua porta, que é a escultura do Cabeça de Cuia, que é uma lenda, que na história Crispim, que chegava a sua casa, ele não gostava da comida que era oferecida por sua mãe e deu pancadas na cabeça dela, que o amaldiçoou, dizendo que ele teria a sua cabeça em forma de uma cuia.


O centro
O centro da cidade de Teresina é cheio de novidades, como a Central de Artesanato Mestre Dezinho que fica na Praça Pedro II, bem no coração dessa cidade. Mas lembre- se, quase toda essa cidade fecha nos sábados, após o meio-dia. Portanto, se programar será de fundamental importância para essa visita e para conhecer toda a sua produção que é artesanal, encontrada nessa região do centro.


A gastronomia de Teresina
Para os turistas que são gastronômicos, eles não se sentirão decepcionados em conhecer todas as delícias que são dessa região, já que é uma cidade com muitos restaurantes que são típicos. Há pratos como o caranguejo e o de nome capote, que é um prato com a galinha d’angola, animal conhecido, pelo Brasil, também por “tô fraco”, devido ao seu canto, com alguns restaurantes sendo especializados no preparo dessa ave.


Outras opções gastronômicas
Uma parada que é bem típica de Teresina, são as suas muitas sorveterias que são encontradas nessa região, com os seus peculiares sorvetes que são curiosamente preparados na pedra ou os seus restaurantes como o Coco Bambu que servem pratos que são tipicamente do nordeste, cheio de sabores, com suas porções que são servidas generosamente, com muitos frutos do mar.


O teatro de Teresina
O seu nome é Teatro 4 de setembro e pelo motivo dele ter sido construído no dia 4 de setembro de 1889. Algumas senhoras que eram da alta sociedade de Teresina levaram ao então presidente dessa província, que era da época, uma proposta para que fosse realizada a construção de um teatro nessa região, daí surgiu esse teatro com esse nome tão sugestivo. Hoje, ele é um centro muito importante de cultura.


Polo Cerâmico de Poti Velho
Uma das maiores tradições de Teresina são as suas produções de artefatos que são de cerâmica e que se encontram no bairro de Poti Velho, que é um polo cerâmico que foi criado no ano de 2006, reunindo muitas obras que são de seus artesãos. Há nesse polo 25 lojas, as quais, mais de 300 famílias trabalham com arte em potes, jarros, muitas esculturas, joias, mandalas e diversas peças de cerâmicas, com bons preços.

Uma região chamada de Troca Troca
Essa região é destinada para um comércio de troca, com muitas mercadorias que ficam expostas na beira das margens do Rio Parnaíba, que é muito tradicional em Teresina. Tem de tudo, desde eletrodomésticos, discos de vinil e muito mais. Esse comércio de trocas se iniciou no ano de 1985, debaixo da sombra de um pé de figueira e até os dias de hoje, mesmo com a construção de uma estrutura que é fixa, há essa planta lá.


Os motivos para uma visita a Teresina
Com certeza os seus turistas ficarão maravilhados com essa viagem, que é numa região bem quente o ano todo, a cidade é com muitos parques e praças que são bem arborizadas, se espalhando por suas ruas e avenidas. Teresina é um convite para a sua visita, com seus espaços que são para eventos culturais e tradicionais dessa região. Uma cidade de muitas cores e sabores para a sua próxima viagem.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Destino Maragogi e o planejamento do seu roteiro

Destinos internacionais baratos para viajar em janeiro